M.Lagrotta e-commerce

Tel:011 999461963
Login Cadastre-se
Home » Informativo » Sucesso no e-commerce e 12 questões que podem ajudar!
A+ R A-

Sucesso no e-commerce e 12 questões que podem ajudar!

Avalie este item
(3 votos)

O e-commerce continua avançando rápido no mercado brasileiro, o faturamento acumulado até junho, que foi de R$ 12,74 bilhões, apontando que 2013 deve fechar com um faturamento em torno de R$ 28 bilhões, o que representará um crescimento de 25% em relação a 2012. O tíquete médio do e-commerce evoluiu 4%, beirando os R$ 360,00. A quantidade de vendas no comércio eletrônico também cresceu e atingiu a cifra de R$ 35,54 milhões.


O grande destaque ficou para o seguimento de Moda e Acessórios, que já vinham ganhando posições no ranking das mais vendidas ano a ano, e agora alcançou a primeira posição, com 13,7% do total de pedidos do comércio pela internet. Em seguida, estão “Eletrodomésticos” (12,3%), “Cosméticos e Perfumaria/ Cuidados Pessoais/ Saúde” (12,2%), “Informática” (9%) e “Livros/ Assinaturas e Revistas” (8,9%), respectivamente.


As vendas por dispositivos móveis como smartphones e tablets ainda são baixas, mas estão se expandindo gradativamente. Em junho de 2012, a participação no volume total era de 1,3%, em janeiro de 2013 alcançou 2,5% e agora em junho de 2013 chegou a 3,6%. Só nesse primeiro semestre, quase 4 milhões de pessoas compraram em lojas virtuais pela primeira vez. Dado que eleva para algo em torno de 47 milhões o total de e-consumidores no Brasil.


Esse cenário positivo tem levado cada vez mais empresas a ingressarem no comércio eletrônico sem entender exatamente quais são os fatores que determinam o sucesso em uma operação profissional de vendas na internet.  Com base nisso e na minha experiência de consultoria em e-commerce elaborei doze questões que se respondidas, criarão condições de êxito no desenvolvimento dessas operações:


1. Sua empresa quer apenas uma loja virtual ou uma “operação de e-commerce profissional”?
2. Sua empresa entende a dinâmica (velocidade de percepção e ação) de uma operação de e-commerce?
3. Sua empresa “conhece” seus maiores concorrentes na web e entende as diferenças de competir no ambiente digital?
4. Qual o investimento “mínimo necessário” para desenvolver o e-commerce para o meu negócio?
5. Que critérios além do preço, devem ser utilizados para escolher uma plataforma de e-commerce?
6. Quais são as funcionalidades essências que uma loja virtual deve ter para facilitar as vendas?
7. Em termos de marketing digital, quais atividades são indispensáveis para que uma loja virtual tenha tráfego e vendas?
8. Além do conhecimento que a empresa já tem sobre varejo, quais são as novas funções e atividades que terão que ser realizadas para garantir a evolução da operação de comércio pela internet?
9. Quais funções e atividades relacionadas ao e-commerce podem ser terceirizadas? Em que momento e a que custo?
10. Como avaliar a qualidade das atividades do e-commerce, que foram terceirizadas?
11. Quais funções do e-commerce nunca devem ser terceirizadas?
12. Quanto sua empresa espera faturar no décimo segundo mês de atividade da loja virtual?


Se sua empresa esta buscando entender e aprender como funciona o comércio eletrônico e quer ajuda profissional para desenvolver sua operação de e-commerce ou mesmo para potencializar uma operação ativa,  faça contato.


Marcelo Lagrotta - dados do E-bit

Entre para postar comentários

Comentários

Consultoria em Destaque

Veja aqui os principais serviços de consultoria.

Login

Cadastre-se

*
*
*
*
*

* Campos obrigatórios